30/11/2016

Michael Jackson - Ligação especial com a Índia


Segundo relatos, Michael Jackson estava a ler durante os últimos dias da sua vida, o livro de poemas de Rabindranath Tagore, o primeiro não europeu a conquistar em 1913, o Prémio Nobel de Literatura

Quando o músico indiano A.R. Rahman, vencedor do Oscar (Quem Quer Ser Bilionário?), o encontrou em Los Angeles, após os Oscars, Michael teria lhe pedido para ele compor um hino de unidade para ele. Rahman colaborou com Michael numa faixa intitulada Ekam Satyam em 1999. Michael estaria na época trabalhando com Adnan Sami, músico Bollywood, em um álbum, que incluía instrumentos musicais indianos, sarangi, tabla, e dholak.

Michael aprendeu a meditar e foi vegetariano. Quando lhe foram apresentadas as estátuas das divindades hindu Ganesha e Nataraja, Michael sabia quem elas eram, e disse de imediato o que elas representavam. Ele estava muito ansioso para conhecer a Madre Teresa, que vivia na Índia, estava mesmo disposto a adiar a sua partida na Índia para conhecer a Madre Teresa. Mas não foi possível.

Quando Michael voou para a Índia a 30 de Outubro de1996, para um show ao vivo, foi recebido no aeroporto de Mumbai pela atriz Sonali Bendre com um Aarti (cerimônia hindu realizada na adoração de uma divindade, personagem notável ou convidado).

O aclamado estadista Indo-americano Rajan Zed, presidente da Confederação Liderança indo-americana, pediu ao governo da Índia para homenagear Michael Jackson postumamente, mediante a emissão de um selo postal. A vida pessoal de Michael pode ter sido objecto de controversa, mas ele forneceu "alegria" para uma grande parte da população mundial, através da sua música. Uma antiga escritura Hindu “Upanishads” fala sobre a "alegria", diz, "De alegria nascem todas as criaturas, pela alegria crescem, e à alegria eles retornam".

Depois de Michael deixar o hotel Oberoi Towers, em Mumbai na Índia, em 1996, os empregados do hotel, encontraram no quarto um presente que Michael tinha deixado para eles. Na almofada onde tinha dormido ele escreveu:

" Índia,
Toda a minha vida quis ver teu rosto. Conheci-te e ao teu povo e me apaixonei por ti. Agora meu coração está cheio de tristeza e desespero, pois tenho que ir embora, mas eu prometo que voltarei para te amar e acariciar novamente. Tua bondade me cobriu, a tua consciência espiritual me comoveu, e as tuas crianças tocaram verdadeiramente o meu coração. Eles são a face de Deus. Amo-te e adoro-te verdadeiramente, Índia. Para sempre. Continua a amar, curar e educar as crianças, o futuro brilha sobre elas. Tu és o meu amor especial, Índia.
Para sempre. Que Deus vos abençoe sempre

Michael Jackson "




Michael Jackson na Índia



Fonte: newsblaze.com
Tradução: Espaço Michael Jackson



2 comentários:

  1. Assim podemos ver de onde vem o gesto divinamente usado por Michael ao juntar as mãos junto ao peito em sinal de gratidão e saudação espíritual, Namastê... Querido Michael quanto mais te conheço, mais te respeito e te admiro!!! Saudades eternas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aninha, é também o que eu digo sempre! quanto mais sei sobre ele, mais a minha admiração, respeito e amor aumentam.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...